9 de julho de 2011

O MUNDO DO ROSPO — 2

O MUNDO DO ROSPO



Olá! Cá estamos para um novo encontro, neste sábado friorento de inverno para corajosos.

HISTÓRIAS DO ROSPO —3


A DECISÃO DA SAPABELA


Uma decisão tomou Sapabela:
- Vou procurar a felicidade, Rospo.
- Bravo!
- Subirei as mais altas montanhas, atravessarei cordilheiras, vales...
- Inútil, Sapa, inútil..
- Irei aos estádios de futebol.
- Não adianta...
- Cinemas, parques de diversão.
- Bobagem, Sapa...
- Ganhar muito dinheiro...
- Piorou.
-Viajar em luxuosos cruzeiros, velejar, banquetes...
- Esqueça.
- Assim não dá, Rospo! Vive a me desanimar...Se quero buscar a felicidade, devo ir aos mais distantes lugares, aos mais divertidos...
- Engano, puro engano, minha querida.
- Melhor explicar, Rospo...
- É pra já: Não adianta rodar o mundo, pois a felicidade está mais próxima do que imagina, Sapabela.
- Onde?
- No lugar de mais difícil acesso: dentro de você.



HISTÓRIAS DO ROSPO — 4

O SAPO RICO



Casualmente, naturalmente, um novo encontro:
—Estou rico, Sapabela!
—Rico? Mas, você não tem nada, Rospo!
—Não exagere, Sapabela.
A provocativa amiga prossegue:
—Você não tem nem um celular novo!
—Mas, estou rico, minha amiga.
—Onde está essa riqueza, afinal?
—É riqueza para quem quer ver.
—Eu quero!
—Hoje, ao amanhecer, criei um poema. Poetizei.
—Um poema?
—Sim, depois de terminá-lo, percebi o quanto fiquei rico.
—"Tem razão: é riqueza para quem quer ver"
 

ROSPO NO MUNDO DOS QUADRINHOS

No sábado passado, falamos sobre a criação máxima de Lee Falk, " O Espírito que Anda". Hoje, falaremos um pouco sobre o personagem criado por Stan Lee, outro gigante dos quadrinhos.
Uma curiosidade sobre "DareDevil", (algo como "Demônio Audacioso") era justamente as duas letras D em seu uniforme vermelho de demônio, isso quando ele finalmente apareceu assim em nossas terras, visto que nas primeiras revistas publicadas pela EBAL (Editora Brasil América) ele usava um uniforme amarelo, bem diferente. O espírito da época não estava ainda preparado para um demônio justiceiro. E eu, claro, não conseguia entender as duas letras iniciais de DAREDEVIL. E também não gostava do título em Português: o Demolidor. Algo não combinava.








@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

O BLOGUEIRO

*******************************************************************************
PANDORA
Na mitologia grega, Pandora é a primeira mulher, criada por uma ordem de Zeus que, ofendido por Prometeu, o primeiro homem, feito do barro, decide se vingar da humanidade. Conhecer essas narrativas antigas nos ajuda a compreender a opressão sofrida pela mulher através dos séculos.
Após a leitura do breve fragmento a seguir, veja algumas imagens de Pandora, e sua caixa.




O deus vingativo ordenou-lhe que fizesse uma criatura de argila, a qual chamou mulher, fisicamente semelhante às deusas, que trouxesse, além do amor, sofrimento aos humanos.
Hefesto atendeu.
A obra do ferreiro fora levada ao altar dos deuses e lá permaneceu deitada.
Zeus explica à fraternidade divina o motivo do encontro.
Os deuses em círculo lhe deram um nome que Zeus apreciou: Pandora, a cheia de dons.
Os deuses, um por um, deram à Pandora, como presentes, os atributos.
Com as vibrações dos deuses, a criatura de barro desapareceu lentamente e em seu lugar foi surgindo um belo corpo feminino. Zeus acompanha a metamorfose com vitorioso sorriso.
Apolo lhe deu o dom da música.
Hélio lhe insuflou a divindade.
Ártemis, a graça e a leveza.
Atena, a inteligência e a habilidade de tecelã.
Afrodite, a beleza e o desejo.
E assim por diante...
O último foi Hermes, que, cúmplice de Zeus, lhe transmitiu a astúcia, o cinismo, a mentira e as artimanhas. Disse o deus:
- Você, com o desejo recebido de Afrodite,viverá para seduzir e atormentar os sentidos, e com os atributos que eu lhe dou, também para enganar. Peregrinarás pelo mundo seduzindo e trazendo malefícios. Espalharás o amor, mas também a mentira, e usarás das artimanhas, dominarás a arte das manhas.
E assim Hermes instalou no coração de Pandora o dom do fingimento.
- Erga-se! – conclamou Zeus. - Você simbolizará as fêmeas.
A partir de agora a humanidade estará dividida entre masculino e feminino.
A humanidade deverá adormecer, e quando acordar, não mais será andrógina. E a parte feminina será portadora de todos os seus dons!
E assim, cheia de dons, a mulher de argila adquiriu vida.
Pandora sorriu sem compreender direito o que acontecia, mas todos os deuses viram malícia em seu sorriso.






@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@


ROSPO VAI AO CINEMA
Nos últimos anos o cinema transbordou com desenhos e filmes para crianças, e para o público juvenil. De fato, "deu a louca no cinema", por tantas produções. Entretanto, algumas são altamente significativas, são referências, e uma delas é "SPÍRIT, O CORCEL INDOMÁVEL". Uma história que ainda não foi encontrada em nenhum livro didático. O protagonista, um cavalo, ao contar a conquista do velho oeste americano, nos faz pensar, e muito. Cinema é diversão, mas é muito mais. Vejamos algumas cenas do filme:






*****************************************************


Elas estão em toda parte: No cinema, nos quadrinhos, nos livros. São as personagens que geralmente movimentam e emocionam as histórias. Aqui apresentamos algumas delas. Uma é bem conhecida, e cá está com a sua maçã, a outra, por ser tão boazinha, é a única que veio com o nome. Tem uma que está deitada num banco. Uma outra é tão atrevida que aparece duas vezes. Você saberia dizer o nome de cada uma dessas bruxas? E em que histórias elas surgiram?



____________________________________________________________________________

 LIVROS
O Rospo já leu.

Tudo começou a acontecer quando Vera Márcia recebeu um estranho bilhete...








ATÉ!

Tem duas músicas. Uma  apresentação histórica do grupo Procol Harum, e uma divertida cena do filme "Curtindo a Vida Adoidado". 


Marciano Vasques

Nenhum comentário :

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...